Arquivo

Posts Tagged ‘cinema’

[Crítica de Cinema] The Killer Inside Me

8 de setembro de 2010 2 comentários

Bom pessoal, quero começar explicando a falta do título do filme em Português que foi devido o filme ainda não ter estreado no Brasil, a estreia prevista é apenas para 15 de Outubro. Delongas nas datas de estreias dos filmes em outros países tiram a paciência de qualquer um que esta aguardando determinado filme em cartaz nos Estados Unidos, por exemplo, e por aqui só passará depois de 2, 4, até 6 meses de atraso. Motivos como esse fazem com quem vez por outra eu “baixe” um filme pela Internet para não ter que esperar ele chegar aos cinemas aqui. Como foi o caso desse filme.

Antes de falar do filme quero deixar bem claro a minha opinião sobre a pirataria de DVDs, sou totalmente contra! Sem falar na falta de qualidade das cópias e sem a caixa do dvd original…
As vezes baixo filmes da internet como citei acima mas se o filme é bom (Ou ao menos eu goste) eu compro o original para minha coleção, nunca um pirata de rua que sustenta o tráfico e etc… Bom é minha opinião sobre o assunto.

O filme é uma adaptação para o cinema do romance “O Assassino em Mim”, de Jim Thompson escrito em 1952, conta a história de um jovem ajudante de xerife, na verdade um psicopata escondido atrás de um bom moço, que começa a matar para encobrir suas histórias de adultério e corrupção. Bastante violento o filme de baixo orçamento (cerca de 15 milhões de dólares) foi bem produzido e não deveu nada as grandes produções da mesma linha, sem falar na grande atuação do “psy-cop” Lou Ford vivido por Casey Affleck e das garotas Jessica Alba e Kate Hudson.

Fiquei interessado em ver o filme quando soube da polêmica gerada sobre ele no Festival de Sundance onde dizem que a atriz Jessica Alba se retirou do festival na hora em que o rosto de seu personagem (a prostituta Joyce) foi mostrado como um tomate estourado depois de levar uma surra do personagem de Affleck, o filme ficou marcado como extremamente violento e perturbador. Claro que isso me chamou atenção. Outro ponto interessante mostrado no filme é a “tara” por bater em bundas que o psicopata Lou tem com as mulheres (Graças a essa mania podemos ver a bela bunda da Jessica Alba e o bundão da Kate Hudson no filme) o que muitos podem até pensar que não tem nada de anormal… Até o filme mostrar como ele (ou de quem) pegou essa mania, putz! Não vou contar pra não perder a graça, mas dai que tive uma idéia de como ele se tornou um psicopata.

Enfim, um filme que se passa no estado do Texas na década de 50, bem produzido e com um enredo chocante. Se você gostou de filmes como “Onde os fracos não tem vez”, vai gostar desse aqui também.

Nota: 8 de 5 – 10

Trailer:

Anúncios
Categorias:Cinema e TV

Iron Man 2 e AC/DC

5 de abril de 2010 1 comentário

Como foi visto em Homem de Ferro, o AC/DC estava presente lançando o trailer do filme com a música “Back in Black“, do álbum de mesmo nome, música na qual ficou ótima com o trailer… Agora com Homem de Ferro 2 chegando no final do mês primeiro no Brasil do que nos EUA, pasmem! Mais faixas do AC/DC aparecem em trailers e clips do filme. Desta vez a continuação deve contar com 15 faixas da banda reunindo cerca de 15 albums em apenas 1 album, o do filme que será lançado juntamente com o mesmo no mês de Maio.

Boatos falam de problemas com a gravadora Columbia Record, selo da banda AC/DC. Mas ao que parece tudo já foi resolvido ou caminha para esse sentido. No trailer de Homem de Ferro 2 é a vez da faixa “Shoot To Thrill” do mesmo álbum Back in Black. Se o álbum do filme reunir mesmo as 15 faixas de 10 albuns do AC/DC provavelmente será a primeira vez que essas músicas estarão juntas em um único álbum.
Agora é aguardar o lançamento do primeiro Blockbuster do ano, mal posso acreditar que será lançado aqui no Brasil antes de lá fora. Pré-estréia ai vou eu!

Clip da música Shoot to Thrill misturado com trailer do Iron Man 2:

Categorias:Cinema e TV

[Crítica de Cinema] Filme “Defendor”

24 de março de 2010 1 comentário

Um policial corrupto, um chefe da máfia e uma prostituta que sofreu abusos do pai quando criança são os habitantes do submundo do crime de uma cidade. É um mundo que Arthur Poppington (Woody Harrelson) não entende e não pertence, mas está comprometido a combater, quando ele se transforma em um vigilante super-herói de sua própria criação, Defendor. Com nenhum outro poder senão a coragem, Defendor luta nas ruas para proteger os inocentes da cidade a procura de seu arque-inimigo o Capitão Indústria.

Bom, assisti essa semana esse filme e achei muito bom. Se trata de uma mistura de drama e comédia onde o personagem principal é um adulto com problemas mentais devido sua infância problemática e o uso de drogas por sua mãe durante a gravidez. Isso fez com que Arthur, quando criança, procurasse um mundo imaginário dos super-heróis para se esconder da realidade em que vivia e se tornando mais tarde o super-heroi chamado Defendor, criado por ele mesmo. Defendor não usa armas de fogo pois acha que as mesmas são para covardes, ele ataca seus inimigos com um bastão, bolas de gude e vidros com vespas dentro. Também leva sempre seu vídeo-cassete nas costas ligado a uma camera em seu capacete para filmar todas as suas aventuras, que nem sempre acabam bem.

Infelizmente o final do filme não é tão bom como na maioria dos filmes, mas é bem legal e passa a mensagem que o diretor e roteirista (Peter Stebbings) pretendeu. Outra coisa legal é a trilha sonora, com bandas desconhecidas para mim como a Metric, de rock alternativo, qua gostei bastante.
Fica a dica!

Nota: 8 de 0 – 10


  Metric – Help I’m Alive

Categorias:Cinema e TV
%d blogueiros gostam disto: