Archive

Posts Tagged ‘apple’

[Opinião] Samsung Galaxy SIII, e ae??

23 de maio de 2012 2 comentários

Quem aqui está animado com o lançamento do Samsung Galaxy s III?? O que a Apple irá aprontar para superar essa máquina? São perguntas que não saem da minha cabeça.

O que esperar do lançamento da Samsung, a nova líder mundial em vendas de telefonia móvel? Na minha humilde opinião respondo que o Galaxy SIII é um verdadeiro exagero! Acredito que não preciso de um smartphone Quad-Core onde os Dual já suprem e muito as necessidades dos mais aficionados em Gadgets da atualidade. Me seria mais útil uma nova tecnologia de bateria que fizesse com que um bom smart durasse 5 dias de uso moderado sem descarregar… Mas para o mercado o SGSIII é mais que bem vindo, agora que a briga com a gigante Apple ficou “quase” pau-a-pau” com o incrível Galaxy SII e o pouco inovador iPhone 4S.

Agora foi a vez da Samsung inovar “pouco” na parte multimídia com seu novo produto, visto que a câmera do SIII continuará com 8MP (melhorada), saindo da tendência de dos outros fabricantes com câmeras de 12, 16 e até 41MP. E onde está o Xenon? Um aparelho tão completo poderia trazer o bom e velho flash Xenon junto com o LED… Um motivo que não largo o bom e velho Nokia N8 é justamente a incrível câmera com lentes Zeiss e o Xenon.

Qual será a grande novidade da Apple para derrubar seu maior concorrente? A câmera será de 12MP ou continuará com 8? Será resistente a água ou a queda?? Tela maior é quase certo, processador e tela do novo iPad também… Mas qual será o grande diferencial? Só nos resta aguardar… Até lá estou feliz com meu Galaxy SII modificado com Android 4.0.4 portado do Nexus X.

Categorias:Tecnologia

[Tablets] Fracasso da Motorola com o Tablet XOOM e Atrix também começa mal

16 de abril de 2011 8 comentários

Só Apple-haters mesmo para achar que a Motorola cumpriria todas as promessas diante de tanto burburinho sobre a tablet XOOM, enquanto o Google trazia para o mercado a *primeira* versão do Android adaptada para tablets, a 3.0 “Honeybomb”. Deu no que deu.

Agora, segundo conta o DigiTimes, concorrentes como ASUS (com o Eee Pad Transformer) e HTC (com o Flyer) já estão adiando seus planos de lançamento de outras tablets concorrentes do iPad 2 — principalmente por pontos negativos diretamente relacionados ao Android: sua versão atual seria instável e incompleta, poucos apps adaptados estão disponíveis e até o Google não estaria dando o devido apoio às fabricantes.

Outros dois aspectos são citados para justificar todo esse balanço no mercado: primeiro, o desastre ocorrido no Japão, que não afetou tanto a Apple mas pode ter afetado muitas outras fabricantes de eletrônicos; segundo, o próprio preço do iPad 2, ainda difícil de ser superado.
Quando a Apple afirma que está um ano à frente de todas as concorrentes no segmento de tablets, ela não está exagerando.

Retirado de MacMagazine   

Olha, tenho minhas dúvidas se o XOOM é tão ruim assim como afirma o site macmagazine… Ainda não tive a oportunidade de testar o dispositivo e confesso que fiquei um pouco desanimado depois de ver essa notícia, e mais ainda ao saber que o ATRIX (outro dispositivo que aguardo a um tempo) também é um fracasso de vendas mundialmente…

MotoFAIL again??

Acho que a Apple vai dominar o mundo, não o Google como antes eu pensava…

Categorias:Tecnologia

Nokia admite: Apple mudou o mercado de telefones celulares

9 de fevereiro de 2011 Deixe um comentário

Retirado de Blogdoiphone.com

 

Por que não estou surpreso ao ler que a Apple revolucionou o mercado de smartphones? Ao menos a Nokia faz câmeras muito boas em seus smartphones mais caros como o N8, kkkk….

Categorias:Tecnologia

[Smartphones] Onde o Google errou e a Apple acertou

20 de setembro de 2010 4 comentários

Apesar dos problemas iniciais do iPhone 4 relacionados a questão da antena e perda de sinal do aparelho, aparentemente isso foi resolvido com uma atualização do sistema iOS lançada pela Apple, mesmo assim o aparelho não deixou de vender bastante em todo lugar que foi lançado. Mais uma vez a Apple lançando um aparelho bastante elogiado e muito bem aceito mundo afora.

Pra quem acompanha o Blog já deve ter visto as recentes campanhas (#MotoFail, @MotoFail_br, #AtualizaMotorola, etc) e insatisfações a respeito da Motorola, por não ter nenhum respeito pelos seus consumidores, principalmente nós Latinos. Isso me fez refletir sobre um ponto bastante curioso: Onde a Google errou? Em minha humilde opinião lidar com um sistema “aberto” como o Android é bem mais complexo que um sistema como o iOS por exemplo. Mas até ai tudo bem, uma coisa é desenvolver e dar suporte a um sistema livre para desenvolvedores e outro é “liberar” o sistema para fabricantes pintar e bordar com ele como é o caso da Motorola e seu detestável MotoBlur e a HTC com o SenseUI.

O pior de tudo é que mesmo que uma nova versão do sistema seja lançada, vários aparelhos desses e outros fabricantes que usam Android continuam lançando modelos com versões jurássicas do sistema Google e sem direito a update como a Motorola vem fazendo com os usuários do Quench, Dext e Backflip por aqui no Brasil.

Lembro que a empresa usou de má fé de maneira descarada afirmando que o update para versão 2.1 do android  do Dext já estava confirmada, mudando de idéia algum tempo depois sem ligar para os consumidores que compraram o aparelho pois o mesmo seria atualizado posteriormente. Interessante que a justificativa dada pela Motorola foi que o hardware do aparelho não suporta a atualização… Mas por que a versão americana dele que tem o mesmo hardware vai ser atualizado? E por que já existem várias versões não oficiais de Roms rodando Android 2.1 no Dext se “o hardware do aparelho não suporta”? Bom, enfim são coisas inexplicáveis que eles dizem achando que os consumidores são idiotas. Uma coisa eu aprendi, não confio mais nessa marca.

Voltando a questão Google vs Apple, por que o Google (HTC) Nexus One não foi um sucesso como o iPhone? Acredito que o iPhone foi um aparelho com várias novidades e com funções exclusivas nunca antes lançadas para um Smartphone como o iTune (Lançado anteriormente apenas no Motorola E1), o navegador Safari e uma interface bastante amigável. O Google tinha o que de exclusivo quando lançou o Nexus One através da fabricante HTC? Sinceramente não achei nada que não tivesse sido visto em outros modelos como o Google Maps e o sistema Android que já tinha sido lançado em vários outros modelos de aparelhos de outros fabricantes.

Acho que faltou peito da Google em fazer o que a Apple fez, em lançar algo exclusivo e inovador com a sua marca, sem ser fabricado por terceiros. Mas isso me levou a outro ponto, será que fazer isso é interessante para a Google? Ela não está ganhando mais dinheiro agindo dessa forma do que a Apple? Bom, até pode ser que ganhe mais dinheiro com isso, mas a aprovação dos consumidores eu acredito que não.

Eu sou um consumidor frustrado do sistema Android, não devido o sistema em sí que acho bastante promissor, mas devido fabricantes como Motorola e Samsung que não atualizam seus produtos. Todo iPhone é atualizado conforme é lançada uma nova versão do iOS, menos o iPhone 2G se não me engano por ser bastante antigo. Isso é o tipo de coisa que gostaríamos de ver nos aparelhos com sistema Android.

Categorias:Tecnologia

Febre do iPhone 4

20 de setembro de 2010 Deixe um comentário

imagem

Não poderia deixar de falar da febre que chegou ao Brasil essa semana pela operadora Tim, o aguardado iPhone 4.

Primeiro, o que não é nenhuma novidade para nós brasileiros, é que o iPhone 4 chegou ao país com o preço mais caro do mundo. Vou falar um pouco sobre isso e também sobre as diferenças sobre o iPhone 3GS e o iPhone 4.

Mal o iPhone 4 chegou ao Brasil e os altos impostos já ameaçam desanimar os consumidores. De acordo com um levantamento feito pelo site da revista Exame, o gadget que está disponível nas lojas desde a madrugada desta sexta, 17/08, é vendido no país com o preço mais alto do mundo. Enquanto a versão de 16GB, desbloqueada e sem contrato de fidelidade com operadoras, sai por R$ 1.799, a de 32GB custa R$ 2.099.

Seguindo a carga de tributos de telefones móveis importados, o aparelho da Apple conta com 16% de taxa de importação, 15% de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), 9,25% de contribuição para o PIS (Programa de Integração Social) e Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), além de uma média de 18% de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que varia de acordo com cada estado.

O levantamento, que desconsiderou os países onde o gadget é vendido apenas com subsídio de empresas de telefonia, como no caso dos Estados Unidos e Japão, apontou Canadá e Hong Kong como os lugares onde o iPhone 4 é mais barato, cerca de R$ 1,1 mil para a versão de 16GB e de R$ 1,3 mil para a de 32GB.

Nessas horas acho que nasci no país errado… olhem os preços, o Brasil é o que tem o maior preço e reparem que o preço do iPhone de 16 GB é sempre mais caro que o de 32 GB em outros países:

Detalhe: Isso por que alguns dizem que o Brasil é o “país do futuro”, na minha opinião vivemos no país do circo, pois com esses impostos absurdos, salários miseráveis e políticos corruptos… Só pode ser piada.

Diferenças entre o iPhone 3GS e o iPhone 4

Abaixo uma tabela que mostra as principais diferenças entre os dois modelos para você que já tem um iPhone 3GS comparar se vale mesmo a pena trocar pelo novo iPhone 4.

Preço $99 (8GB) $199 (16GB) ou $299 (32GB)
Processador 600MHZ, Cortex A8 1.0GHZ Apple A4
Tela 3.5-polegadas 480 x 320, sem IPS 3.5-polegadas IPS 960 x 640 “Retina”
Câmera 3 megapixels 5 megapixels com flash LED e zoom de 5x
Câmera Secondária Não Sim, VGA
Chamadas de Vídeo Não Sim, com FaceTime
Gravação de Vídeos VGA à 30fps, com capacidade de edição de vídeos básica 720p à 30fps, com iMovie opcional
Cores Preto, Branco Preto, Branco
Redes Quadiband GSM, Triband HSPA Quadband GSM, Pentaband HSPA
Wi-Fi 802.11b/g 802.11b/g/n
Sensores de Orientação Acelerômetro, Bússola Acelerômetro, Bússola e Giroscópio
Bateria 5 horas na rede 3G

12 horas na rede 2G

9 horas usando Wi-Fi

30 horas de audio

10 horas de video

7 horas na rede 3G

14 horas na rede 2G

10 horas usando Wi-Fi

40 horas de audio

10 horas de video

Peso 135 gramas / 4,76 oz. 137 gramas / 4,8 oz.
Dimensão 115.5 x 62.1 x 12.3mm 115.5 x 58.6 x 9.3mm

Categorias:Tecnologia

iPhone 4 começa a ser vendido no Brasil amanhã pela Tim

16 de setembro de 2010 Deixe um comentário

Pessoal essa semana estou um pouco afastado do Blog devido um problema em meu PC que ainda estou tentando resolver, provavelmente no final de semana deixarei tudo ok para normalizar o Blog na semana que vem. Vou postar agora uma notícia sobre o iPhone 4 que recebi por e-mail. Abraços!

O novo iPhone 4, daApple, começa a ser vendido no Brasil a partir desta sexta-feira (17/9). O aparelho lançado em 24 de junho nos Estados Unidos e em mais quatro países, chega às lojas da operadora TIM com preço inicial de R$ 1.800,00 para o modelo com capacidade de armazenamento 16 GB.

Para atrair clientes, a operadora optou por reduzir os preços dos pacotes de voz e dados, oferecendo o parcelamento do aparelho, sem contrato de fidelização. Clientes atuais da TIM ou que optarem por trazer o número de outra operadora pela portabilidade numérica terão descontos promocionais nos planos Liberty por um ano. Outros clientes que fizerem novas ativações terão o desconto por seis meses. O iPhone 4 de 16GB, no plano TIM Liberty – chamadas ilimitadas para qualquer TIM, local ou DDD e tarifa de R$ 0,99 o minuto para outras operadoras – sai por R$ 189 mensais, sendo R$ 39 referentes ao plano e R$ 150 para o aparelho em 12 vezes. Com os descontos, os planos de 50, 100 e 400 minutos saem por R$ 49, R$ 89 e R$ 149, respectivamente. Os valores regulares dos pacotes são de R$ 124 (Liberty + 50), R$ 149 (Liberty + 100) e R$ 299 (Liberty + 400).

Os clientes que comprarem o iPhone 4 nos planos pós-pagos também contam com acesso gratuito à internet móvel por seis meses no pacote ilimitado Liberty Web, com acesso à velocidade máxima de 300 Kbps. Após este período a mensalidade custará R$ 29,90. No plano pré-pago, o valor do iPhone 4 de 16 GB será de R$ 1.799,00 parcelado em até três vezes.

Nos Estados Unidos, o iPhone de 16GB é vendido pela operadora ATT a US$ 199 e o modelo de 32 GB sai por US$ 299, atrelados a um contrato de permanência de dois anos. O valor do iPhone de 32 GB no Brasil não foi informado pela TIM.

A TIM inicia a venda do iPhone 4 à meia noite desta sexta-feira nas lojas New York City Center (RJ), Shopping Eldorado (SP), BH Shopping (MG), Park Shopping (DF), Shopping Barigui (PR), Shopping Iguatemi Porto Alegre (RS), Shopping Recife (PE), Shopping Iguatemi Salvador (BA) e Shopping Iguatemi Belém (PA). A lista de pontos de vendas do aparelho também pode ser verificada pelo site www.tim.com.br/iphone4.

As operadoras Claro e Oi ainda não confirmaram a data de lançamento do iPhone 4. A Vivo informou que inicia as vendas no dia 17 de setembro, mas não detalhou, até o momento, os valores do aparelho e dos planos promocionais.

Retirado de http://www.techlider.com.br

Bom espero que com a chegada desse monstro os outros fabricantes reduzam os preços de seus smartphones. Recebi um tweet da livraria Saraiva informando que Motorola Milestone baixou de R$ 1.899,00 para R$ 1.249,00. Já é alguma coisa!

Categorias:Tecnologia

iPad liberado no Brasil pela Anatel

31 de agosto de 2010 Deixe um comentário

Na semana passada, foi o iPhone 4. Agora, a Anatel homologou o iPad 3G, o tablet da Apple. Com isso, o equipamento está liberado para a venda no País. O único modelo do tablet homologado até o momento é o com conexão 3G. A versão Wi-Fi ainda precisa passar pelo crivo da Anatel para ser oferecida no País.

O modelo 3G do tablet da Apple foi lançado nos Estados Unidos no dia 30/4. Com ela, o usuário tem conexão à Internet com o uso da rede da operadora, estando livre das “amarras” do hotspot, ao contrário do modelo apenas com Wi-Fi.

Essa versão é um melhor negócio para quem pensa em comprar o tablet da Apple, apesar de ser 130 dólares mais cara (nos Estados Unidos). Afinal, conexão à Internet móvel é um dos grandes atrativos do equipamento.

 

A versão mais barata do iPad 3G custa 629 dólares no mercado norte-americano, com 16 GB de espaço para armazenamento.

Desde seu lançamento nos Estados Unidos, o tablet da Apple antigiu vendas de 3,27 milhões de unidades em três meses, gerando uma receita de 2,17 bilhões de dólares para a empresa. Junto com o iPhone 4, o equipamento foi responsável pelo melhor resultado financeiro da empresa de Steve Jobs em todos os tempos, com receita de 15,7 bilhões de dólares.

Logo que foi anunciado nos Estados Unidos, o aparelho já começou a ser oferecido no Brasil, em sites como o Mercado Livre, por preços a partir de R$ 1.900,00. A Apple Brasil ainda não se manifestou sobre a data de lançamento do iPad no País. Já a Claro, havia anunciado anteriormente que lançaria o tablet no “quarto trimestre do ano”. Com a homologação em agosto, porém, esse prazo pode ser mais curto. As assessorias da Vivo e da TIM afirmam que ainda não há previsão de lançamento no mercado brasileiro, enquanto que a Oi ainda não se manifestou sobre o assunto.

Vale lembrar que, apesar do tablet ainda não ter sido lançado no País, as operadoras Vivo e Claro já comercializam o chip Micro-SIM, padrão no iPad e no iPhone 4.

Retirado de www.techlider.com.br

Bom, primeiro que esse “negócio” de Tablet não me agrada em nada, prefiro usar um bom smartphone e um Notebook/Desktop do que esse bagulho grande e fino por ai. E tem momentos que sinto falta do bom e velho teclado, touchscreen é bom mas pra usar pesadamente durante o dia deve ser um saco… Sem falar no preço né… O que vocês acham?

Categorias:Tecnologia
%d blogueiros gostam disto: