Início > Cinema e TV > [Crítica de Cinema] Filme “Defendor”

[Crítica de Cinema] Filme “Defendor”

24 de março de 2010 Deixe um comentário Go to comments

Um policial corrupto, um chefe da máfia e uma prostituta que sofreu abusos do pai quando criança são os habitantes do submundo do crime de uma cidade. É um mundo que Arthur Poppington (Woody Harrelson) não entende e não pertence, mas está comprometido a combater, quando ele se transforma em um vigilante super-herói de sua própria criação, Defendor. Com nenhum outro poder senão a coragem, Defendor luta nas ruas para proteger os inocentes da cidade a procura de seu arque-inimigo o Capitão Indústria.

Bom, assisti essa semana esse filme e achei muito bom. Se trata de uma mistura de drama e comédia onde o personagem principal é um adulto com problemas mentais devido sua infância problemática e o uso de drogas por sua mãe durante a gravidez. Isso fez com que Arthur, quando criança, procurasse um mundo imaginário dos super-heróis para se esconder da realidade em que vivia e se tornando mais tarde o super-heroi chamado Defendor, criado por ele mesmo. Defendor não usa armas de fogo pois acha que as mesmas são para covardes, ele ataca seus inimigos com um bastão, bolas de gude e vidros com vespas dentro. Também leva sempre seu vídeo-cassete nas costas ligado a uma camera em seu capacete para filmar todas as suas aventuras, que nem sempre acabam bem.

Infelizmente o final do filme não é tão bom como na maioria dos filmes, mas é bem legal e passa a mensagem que o diretor e roteirista (Peter Stebbings) pretendeu. Outra coisa legal é a trilha sonora, com bandas desconhecidas para mim como a Metric, de rock alternativo, qua gostei bastante.
Fica a dica!

Nota: 8 de 0 – 10


  Metric – Help I’m Alive

Anúncios
Categorias:Cinema e TV
  1. zeca
    1 de janeiro de 2012 às 16:08

    Baixei o filme pensando que era uma comédia,me enganei o filme é mt bom e passa a verdade de um homem comum taxado até como retardado, quem de nós não é meio retardado medroso que deixa as coisas acontecerem virando as costas.
    mt bom parabéns ao diretor Peter Stebbings.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: