Início > Cinema e TV > [Crítica de Cinema] The Killer Inside Me

[Crítica de Cinema] The Killer Inside Me

8 de setembro de 2010 Deixe um comentário Go to comments

Bom pessoal, quero começar explicando a falta do título do filme em Português que foi devido o filme ainda não ter estreado no Brasil, a estreia prevista é apenas para 15 de Outubro. Delongas nas datas de estreias dos filmes em outros países tiram a paciência de qualquer um que esta aguardando determinado filme em cartaz nos Estados Unidos, por exemplo, e por aqui só passará depois de 2, 4, até 6 meses de atraso. Motivos como esse fazem com quem vez por outra eu “baixe” um filme pela Internet para não ter que esperar ele chegar aos cinemas aqui. Como foi o caso desse filme.

Antes de falar do filme quero deixar bem claro a minha opinião sobre a pirataria de DVDs, sou totalmente contra! Sem falar na falta de qualidade das cópias e sem a caixa do dvd original…
As vezes baixo filmes da internet como citei acima mas se o filme é bom (Ou ao menos eu goste) eu compro o original para minha coleção, nunca um pirata de rua que sustenta o tráfico e etc… Bom é minha opinião sobre o assunto.

O filme é uma adaptação para o cinema do romance “O Assassino em Mim”, de Jim Thompson escrito em 1952, conta a história de um jovem ajudante de xerife, na verdade um psicopata escondido atrás de um bom moço, que começa a matar para encobrir suas histórias de adultério e corrupção. Bastante violento o filme de baixo orçamento (cerca de 15 milhões de dólares) foi bem produzido e não deveu nada as grandes produções da mesma linha, sem falar na grande atuação do “psy-cop” Lou Ford vivido por Casey Affleck e das garotas Jessica Alba e Kate Hudson.

Fiquei interessado em ver o filme quando soube da polêmica gerada sobre ele no Festival de Sundance onde dizem que a atriz Jessica Alba se retirou do festival na hora em que o rosto de seu personagem (a prostituta Joyce) foi mostrado como um tomate estourado depois de levar uma surra do personagem de Affleck, o filme ficou marcado como extremamente violento e perturbador. Claro que isso me chamou atenção. Outro ponto interessante mostrado no filme é a “tara” por bater em bundas que o psicopata Lou tem com as mulheres (Graças a essa mania podemos ver a bela bunda da Jessica Alba e o bundão da Kate Hudson no filme) o que muitos podem até pensar que não tem nada de anormal… Até o filme mostrar como ele (ou de quem) pegou essa mania, putz! Não vou contar pra não perder a graça, mas dai que tive uma idéia de como ele se tornou um psicopata.

Enfim, um filme que se passa no estado do Texas na década de 50, bem produzido e com um enredo chocante. Se você gostou de filmes como “Onde os fracos não tem vez”, vai gostar desse aqui também.

Nota: 8 de 5 – 10

Trailer:

Anúncios
Categorias:Cinema e TV
  1. 21 de janeiro de 2011 às 16:34

    Putz, nada a ver com “Onde os fracos não tem vez”.

    • Ed
      21 de janeiro de 2011 às 18:02

      Me referi a questão da violência forte Hneto…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: