Arquivo

Posts Tagged ‘Tecnologia’

Fabricar a armadura do Homem de Ferro é impossível ou não?

6 de abril de 2010 196 comentários

Criar uma armadura tão fantástica quanto à de Tony Stark é praticamente impossível, principalmente devido às impossibilidades energéticas.

O interessante na história do Homem de Ferro (Iron Man) é que ele não ganhou seus poderes ao ficar exposto à raios gama ou nasceu um demônio do inferno, ao invés disso Tony Stark é um empresário bem sucedido, cientista e obteve seus super poderes por meio de sua genialidade.

Mas, o quão realista é a armadura feita por Tony Stark?

Infelizmente, quase todas as características da armadura do Homem de Ferro (Iron Man), com uma importante exceção, não estão nem perto de serem possíveis ainda. Vamos analisar cada um dos elementos principais da armadura:

Botas Propulsoras

A razão pela qual ninguém vai voando para o trabalho usando botas como Homem de Ferro (Iron Man) não tem nada a ver com a tecnologia atual e sim tudo a ver com energia. Sabemos como conseguir impulso e propulsão usando jet packs e uma pessoa pode de fato voar de casa ao seu local de trabalho como Buck Rogers ou Adam Strange – desde que vivam a 30 segundos do trabalho.

O problema é que o levantar uma pessoa adulta 100 pés no ar aumenta consideravelmente o seu potencial energético, e esse ganho de energia deve vir a partir da energia química armazenada no jet pack. A mesma coisa vale para a energia necessária para fazer voltas, loops etc no ar. Simplesmente não é possível armazenar energia suficiente para fazer longos vôos sem fazer a armadura muito pesada e muito grande. Portanto as botas propulsoras não fazem do Homem de Ferro (Iron Man) uma fantasia, mas a idéia de que Tony Stark pode armazenar energia suficiente na armadura para voar por mais de meio minuto faz.

Raios Repulsores

Do mesmo modo, as armas de energia que o Homem de Ferro (Iron Man) usa, tais como o “raio repulsor” que está incorporado a palma de suas luvas, exigiriam que Stark arrastasse um gerador de grande potência sempre que ele enfrentasse o Mandarim ou Homem Titânio. Não se sabe ao certo o que exatamente de que é feito o raio propulsor, mas se ele é algo parecido com um laser de alta potência então a demanda de energia seria considerável.

Mesmo admitindo que o Homem de Ferro (Iron Man) possa converter toda a energia armazenada em sua armadura em luz laser com 100% de eficiência, então para gerar um feixe de lazer poderoso o suficiente para fazer um buraco em uma chapa de ferro de meio centímetro de espessura (o que segundo o comic está bem dentro das capacidades da armadura) seria necessário um pulso de energia superior a 2 gigawatts de energia, maior do que a saída de uma central nuclear.

Capacete Cibernético

Há um aspecto da armadura do Homem de Ferro (Iron Man) que não só é cientificamente correto, mas pode estar disponível para o nós mesmos em alguns anos: o “capacete cibernético”, Tony Stark o usa para controlar os dispositivos dentro da sua armadura.

Na verdade Bin He do Department of Biomedical Engineering da Universidade de Minnesota, já criou um capacete muito parecido com o do Homem de Ferro (Iron Man). Ele funciona com o princípio de que as correntes elétricas dos neurônios criam campos elétricos e magnéticos, que pode ser detectada com dispositivos como o eletro encefalograma, ou EEG. Embora o EEG tenha sido criado na década de 1920, avanços recentes têm permitido aos cientistas isolar e identificar as assinaturas dos neurônios associados com imagens-movimento.

Professor He identificou padrão específico de ações que ocorrem quando uma pessoa, vendo imagens em um monitor de computador, tenta mentalmente mover um cursor para a esquerda ou direita. Estas freqüências detectadas podem então ser amplificadas e devidamente modificadas, para instruir o computador a mover o cursor na mesma direção.

Evidentemente, Bin He não está interessado em desenvolver capacetes cibernéticos para super-heróis que combatem o crime, mas ele espera desenvolver dispositivos que permitam que as pessoas com lesões paralizadoras possam se comunicar com mais facilidade, ou eventualmente ativar membros artificiais e dispositivos protéticos. Para aqueles aprisionados dentro de corpos paralisados, o desenvolvimento de um dispositivo que poderá “ler os seus pensamentos” seria mil vezes melhor do que qualquer aventura de um super-herói.

[Atualizado em 10/05/2013]

TÓPICO CRIADO APENAS PARA DISCUSSÃO TEÓRICA SOBRE O ASSUNTO, EVITEM POSTAR E-MAILS DE CONTATO OU DE REDES SOCIAIS E OUTROS SITES POIS NÃO SERÁ MAIS PERMITIDO POR NÃO TER COMO CONFIRMAR A VERACIDADE DO CONTATO.

[Fim da atualização]
Anúncios

[Dica] Iniciar sistema Android em SAFE MODE

22 de março de 2010 3 comentários
Dica boa pra quem instalou algum aplicativo e depois o milestone ficou reiniciando sozinho… Já vi alguns casos desse tipo usando o Helix Launcher…
Bom fica ai a dica pra entrar em “modo de segurança” e remover esse aplicativo que está causando a falha:

1. Com o ararelho desligado abra o slide.
2. Aperto o botão power e o botão “menu” do teclado (aquele com os 4 traços horizontais)
3. Quando o cel ligar, solte o power e mantenha a tecla menu do teclado até aparecer o desenho do olho vermelho.
4. Pronto o telefone deve vibrar e abrir em modo de segurança com o menu na esquerda, remova o aplicativo que está causando o problema e reinicie o aparelho normalmente.

Abraços!

 
 
 
The Hives – Hey Little World
Categorias:Tecnologia

Adeus, bom e velho XP!

1 de março de 2010 Deixe um comentário

Após dez anos de serviços prestados à comunidade de jogadores, o Windows XP se prepara para a aposentadoria. O sistema operacional que começou como o maior desastre da década para os jogos eletrônicos, se despede após ter criado toda uma geração de jogadores do PC.

Se você acha que ainda é cedo para decretar o fim do XP, saiba que dois títulos vindouros de relativo peso já anunciaram que não terão suporte para o ancião da Microsoft. O primeiro a rejeitá-lo foi Just Cause 2. E agora, com a divulgação dos requisitos mínimos para Metro 2033, a promessa do ano junta-se à lista.

O primeiro prego no caixão foi batido pela própria Microsoft, ao tentar empurrar o Windows Vista anos atrás tornando o DirectX 10 exclusivo do novo sistema. O XP aguentou o tranco e seguiu em frente, mesmo sem Halo 2 ou Shadowrunner. Com a evolução da API gráfica para a versão DirectX 11, o rumo da tecnologia tornou-se irreversível e o XP, obsoleto.

Obrigado pela diversão e adeus.

 

 Nickelback – Photograph (Live) (Bonus Track)

Categorias:Tecnologia
%d blogueiros gostam disto: